1º FÓRUM DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

A primeira edição do Fórum de Desenvolvimento Social acontecerá no dia 17 de maio de 13h às 18h e será realizado pela Casa do Menor São Miguel Arcanjo, a cidade de Nova Iguaçu na região da Baixada Fluminense e Metropolitana do Rio de Janeiro foi escolhida para sediar esse grande evento. Reunindo as principais lideranças do setor, o evento promoverá debates, em busca de novas diretrizes políticas, novas formas de atuações das organizações não governamentais, soluções para o crescimento autônomo das entidades do setor. Em sua programação, o Fórum contará com palestras e painéis de renomados especialistas que colocarão em discussão temas como o agir local e o pensar global, políticas sociais, processos de humanização, garantias dos direitos sociais e práticas na superação da violência, sendo esse último o tema principal do evento.
São esperadas 300 pessoas para o 1º Fórum de Desenvolvimento Social. A intenção é que primeira edição já possa contar com a parceria de grandes empresas e entidades representativas do setor, demonstrando que este será o primeiro de muitos outros eventos. Seja um parceiro clique no link.
O local idealizado para a realização é o Hotel Mercure, localizado no centro da Cidade e que conta com toda estrutura necessária para a realização de um evento deste porte.

O OBJETIVO

Têm a finalidade de permitir o encontro, a troca de experiências, a articulação, o intercâmbio, qualificações diversas, o planejamento e a definição de estratégias de grupos, redes, movimentos e organizações em geral.

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

Mesas: Têm a finalidade de socializar visões e análises para o grande público. Alguns convidados reconhecidamente competente irão realizar palestras sobre o “estado da questão” e o apontamento de possíveis desdobramentos em torno a uma temática delimitada dos subtemas em cada eixo. Visam tanto elaborar e aprofundar o diagnóstico destas questões como discutir propostas e estratégias referentes à temática.

PARTICIPANTES

Representante de Movimentos Associações de Moradores Igrejas em Geral ONGs do Setor Empresários Universidades (Universitários) Prefeitura (Secretárias) Conselhos e Câmaras Setoriais Políticos ( Integrantes de Comissões ) Público em geral.

RESULTADOS GERAIS

A ampliação do diálogo entre as instituições do terceiro setor para o desenvolvimento de competências que gerem maior eficiência nas atividades desenvolvidas; a troca e o compartilhamento de capacidades e conhecimentos específicos, além de ações conjuntas, propiciam uma ampliação do foco de análise de cada participante, tornando mais eficaz o enfrentamento de problemas muitas vezes comuns dentro da área social.

Formação de novas competências organizacionais e operacionais, incremento da capacidade técnica e administrativa, melhorias de gestão, qualificação multidisciplinar, política de comunicação externa e planejamento de marketing são exemplos de práticas que podem ser introduzidas ou melhoradas no intuito de elevar o desempenho técnico-operacional das instituições que perseguem fins públicos; Elaboração de estratégias que viabilizem a sustentabilidade das ações propostas, procurando garantir fontes múltiplas de recursos a fim de evitar reduções drásticas no orçamento. Formalização de parcerias com empresas, obtenção de recursos públicos, captação externa, aumento das captações via doações e prestação de serviços são estratégias a serem utilizadas com este objetivo. Além disso, a geração interna de recursos é mais uma alternativa para garantir a continuidade das ações.

Parceiro: 

INSCRIÇÕES

Inscreva-se gratuitamente nesse link https://goo.gl/forms/F2nxbnlzmM4Wk3N42